14 de agosto de 2016

Listando: 5 músicas que me lembram férias!

Imagem de coachella, sunset, and summer

   Para muitas pessoas, as tão desejadas férias já se passaram... Mas eu ainda estou aproveitando meus últimos instantes. Isso porque amanhã já retorno às minhas atividades normais :/.

   Chegando ao ponto do post, vim falar sobre música! Quem não tem uma trilha sonora favorita para suas férias? Eu pessoalmente sou o tipo de pessoa que cria trilhas sonoras para todos os momentos da vida haha. Então, para aproveitar esses momentos finais das minhas férias gostaria de compartilhar com vocês algumas músicas que me lembram muito  as férias (5 para ser mais exata).


Happy - Pharrell Williams


Best Day Of My Life - American Authors


Counting Stars - OneRepublic


Some Nights - Fun.


Live While We're Young - One Direction




   Eaí, galera! Gostaram? Quais são as músicas que te lembram férias? Comentem! Não se esqueçam de acompanhar as próximas postagens do blog e me sigam nas redes sociais!


 Que Deus esteja com vocês! 



1 de agosto de 2016

Resenha: O Discurso do Rei - Como um homem salvou a Monarquia Britânica

#UmLivroPorMês (2/12)



   Durante os últimos meses, como vocês puderam perceber, fiquei afastada do blog. E agora que voltei, resolvi retomar com o projeto #UmLivroPorMês. Mesmo sabendo que até o momento fiz apenas uma resenha de livro para esse projeto. :/ A partir de agora, irei continuá-lo e quem sabe bater a meta de 12 resenhas no ano(porque provavelmente irei fazer mais que uma resenha por mês)?

   No decorrer dos meses, li diversos livros que não resenhei. Então, para retornar, resolvi fazer a resenha de um livro que não possui muuuita divulgação: O Discurso do Rei. Geralmente, é comum vermos filmes baseados em livros(fiz um post aqui no blog sobre isso). Porém, esse livro foi baseado em um filme de mesmo nome dirigido por Tom Hooper que inclusive ganhou quatro Oscars.

Atenção! No conteúdo a seguir pode haver spoiler. 

Título: O Discurso do Rei
Título original: The king's speech
Autor(a): Mark Logue; e Peter Conradi
Páginas: 279
Ano: 2013
Tradutor(a): Sônia de Souza; e Celina Portocarrero
Editora: José Olympio(Grupo Editorial Record)
Edição:  9ª
Categoria: Literatura Estrangeira, História
Nota: •••○○

   A visão particular do contexto histórico ocorrido ao redor da vida do rei George VI e de seu fonoaudiólogo Lionel Logue é o que o livro "O Discurso do Rei" nos apresenta. Com base nele, é possível perceber detalhadamente a relação entre os dois homens.

   Antes de se tornar rei, o Duque de York(Bertie/George VI) nem ao menos fazia ideia de que poderia ser. Afinal, era o filho caçula do rei George V; seu irmão mais velho, Edward VIII, era melhor preparado para assumir o trono; e Bertie era tímido e gago.

   Com a morte do rei George V, Edward VIII assumiu o trono por mais ou menos um ano e abdicou. Edward VIII não tinha filhos e por isso, Bertie se tornou rei. Mas, ele possuía o desafio de enfrentar sua timidez e gagueira.


   O neto do fonoaudiólogo do rei(Mark Logue) e o jornalista Peter Conradi, reuniram vários documentos, cartas, arquivos, anotações... e organizaram nesse livro com uma narrativa focada na vida de Lionel Logue e George VI.

   O ponto principal abordado no livro é o processo de tratamento da gagueira do rei e os métodos utilizados pelo "médico da fala" para auxiliá-lo. Apesar de que, os métodos não foram muito bem esclarecidos... A partir do momento em que Logue e Bertie se encontram pela primeira vez, a centralidade é voltada para seus inúmeros encontros.

   Mesmo com o enfoque estando voltado ao tratamento do rei, a narrativa não somente engloba isso, mas também os diversos fatos históricos que ocorreram ao redor disso e os dilemas particulares da Monarquia Britânica durante esse período. Como, por exemplo, a Segunda Guerra Mundial e o início do reinado de Elizabeth II(filha de George VI).



   Contudo, o livro não é um gênero literário convencional que apenas relata uma história(até porque se olharmos por esse lado, a leitura é meio chatinha) mas sim, um livro com esclarecimentos históricos e diversas citações que o assemelham a um livro "didático" legalzinho(*u*). 

   Por isso, é uma indicação para aqueles que pretendem estudar ou adentrar um pouco mais na História da Monarquia Britânica. Entretanto, não é muito indicado para quem não está acostumado com livros desse tipo, a menos que queira inovar, pois, por conter muitas citações e detalhes, a leitura pode se tornar um pouco arrastada. 

   Sendo assim, minha nota ao livro foi •••○○(3/5) porque demorei um bom tempo para me prender à leitura por conta dos muitos fatos e detalhes trazidos mas consegui adquirir um ótimo entendimento sobre o tema.

Resenhado por: Ester Macedo

PLÁGIO É CRIME, portanto, caso queira postar esse ou outros conteúdos do blog em outros locais, coloque os créditos.

   Algum de vocês já leu esse livro ou já assistiu o filme? O que acharam da resenha? Comentem! Não se esqueçam de acompanhar as próximas postagens do blog e me sigam nas redes sociais!


 Que Deus esteja com vocês! 


29 de julho de 2016

Entre idas e vindas, voltei

Imagem de desk, home, and office

    Muito bem, vamos dar início a uma nova jornada! Sei que alguns de vocês que acompanham o blog a um bom tempo devem saber que já estive longos períodos sem atualizá-lo... mas sempre dei um jeitinho de voltar! Dessa vez não foi diferente, eu voltei(graças a Deus \o/).

    As desculpas? São as mesmas de sempre: dei lugar a outras ocupações e não "priorizei" o blog como deveria... Contudo, acredito que vocês não estejam interessados em ver mais desculpas, certo?! Então, sem mais delongas, vim avisar que voltei e desde já, lançar um spoiler do próximo post: será uma resenha! (haha)




  Muitos beijos a vocês!Continuem acompanhando as próximas postagens e me sigam nas redes sociais abaixo!

 Que Deus esteja com vocês!